Carta ao Fato e a História: Parabéns!

27/05/2013 10:11

Rodrigo Santiago Garcia

Lembro-me até hoje do convite para escrever num blog. A proposta era ter um lugar para escrever alguns artigos longe das amarras acadêmicas, mas com responsabilidade sobre o que se escreve. 

Davenir Viganon acreditou que o blog iria dar certo, pois depositou grande confiança naqueles que escreveriam, escreveram e escrevem para o blog. Um ano de fato, do Fato e a História. O blog aproximou diversas “cabeças pensantes” de diferentes ideias e opinião. Ainda que esteja longe de ser um blog de grande expressão, os conteúdos passaram a ter credibilidade para aqueles que acompanham as publicações no site, basta ver os comentários nos belíssimos artigos de pessoas inexperientes ou com pessoas de currículo grandioso.

Discutir atualidades e fatos com a pitada da História, a primeira vista parece fácil, porém, exige dos redatores análise critica de si mesmo, já que seu nome é exposto como autor. Porém, a confiabilidade dos idealizadores do blog um ao outro gerou grande expectativa de ter na internet seus escritos em um lugar cujo título eleva um alto grau de curiosidade sobre o que se escreve ali.

O Fato e a História está disponível para ser visitado, lido e criticado e nenhum de seus integrantes teve receio do que estava por vir nos respaldos dos leitores, já que, qualquer pessoa pode dar seu “pitaco” sobre o que se leu. O idealizador Davenir Viganon  merece destaque, porque mesmo em períodos de “pouca safra” em construções de artigos persistiu e acionou todos os integrantes, elevando o blog a uma categoria mais séria e de compromisso. Um ano na estrada “virtual”, realmente somos um bebê neste meio, mas quem acessa, parecemos uma criança madura, com cara de gente grande, o qual, temos muito a mostrar e amadurecer, ainda que, já possamos gozar de certo prestígio ao transparecer o que passamos.

O Fato e a História mostra diversos tipos de escrita, seja um desabafo, seja uma escrita mais formal, ou então, uma coluna em que os escritores tem o livre arbítrio de escrever o que bem pensa. Sinto-me lisonjeado de fazer parte da equipe e estar a um ano com as “cabeças pensantes” fato que quase não se confirmou quando estive por um triz a sair do grupo, não porque queriam me afastar, mas porque eu estava me afastando. Podemos com um ano de vida nos considerar uma mídia alternativa, já que estamos numa longa caminhada com pessoas em diferentes caminhos, com visões de vida e idéias díspares umas das outras, o que só alimenta o conhecimento e o nosso trabalho. Trabalho sim, voluntário e essencial para que não percamos nossas convicções pessoais e intelectuais. O Fato e a História é quase um refúgio a minha angústia, aos meus desejos e desabafos é um lugar onde posso relaxar com os meus dizeres, expor minhas ansiedades e desgosto, ou seja, o blog é um lugar livre para exercitar a escrita e se aproximar ao máximo com suas convicções e também desconstruí-las, de acordo com que se rebate.

Poderia ficar noites e dias a escrever deste um ano de vida do blog, descrever a qualidade dos integrantes e de suas escritas, porém deixo a você leitor, a curiosidade de nos conhecermos melhor e dar sua opinião sobre os artigos, pois se somos livres para escrever somos livres para ler o que vocês escrevem para nós. Entre no nosso blog e desfrute das mais diversas opiniões e informações. Leia o Fato e procure a História.

—————

Voltar


2leep.com

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!