A ocupação na câmara municipal de Porto Alegre: entre a grande mídia e as mídias alternativas

17/07/2013 08:42

Davenir Viganon

Desde quarta-feira, no dia 10, a câmara municipal de Porto Alegre está ocupada pelo Bloco de Luta pelo Transporte Público. Uma das primeiras medidas de segurança adotadas pelo bloco foi à expulsão dos repórteres da mídia corporativa, principalmente o Grupo RBS. A cobertura da ocupação contou com as várias mídias alternativas que acompanharam do lado de dentro da câmara. Os grandes grupos midiáticos tiveram de se contentar em noticiar o acontecido do lado de fora. Como se fosse um “furo de reportagem” noticiou-se uma agressão ao vereador presidente da câmara e o fotógrafo.

Charge do Latuff, mídia alternativa na ocupação de POA

O site da Zero Hora noticiou a agressão como fato consumado, na seguinte manchete “Manifestantes agridem presidente da Câmara de Porto Alegre e um fotógrafo” [1], sendo depois modificada tendo em vista a falta de sustentação da acusação “Presidente da Câmara de Porto Alegre e fotógrafo dizem ter sido agredidos por manifestantes[2]. A noticia foi replicada por vários órgãos de imprensa também interessados na criminalização do movimento.  [3] A noticia fora fabricada, o furo de reportagem se mostrou um furo na reportagem.

Esta manipulação não é um fato isolado. Podemos retroceder no tempo e buscar condicionantes históricos que evidenciam a convergência entre o regime autoritário de 1964 e a política da emissora, provas não faltam. São bem conhecidas as origens do seu direcionamento político claramente antidemocrático. O que fica obscurecido é o modo de como a mídia ainda preserva características do período autoritário. No atual momento deste período democrático brasileiro em que vivemos - o mais longo de nossa história - já tenciona através dos manifestos, greves e ocupações cada vez mais em direção de uma efetiva democratização de suas instituições, mesmo que sejam ora distorcidas, ora influenciadas pela mídia.

Nestes momentos de tensão, como o da ocupação da câmara em Porto Alegre, a mídia se torna uma frente de batalha decisiva pela sua influencia na democracia.

“Os grandes meios de comunicação representam um real problema para a democracia. Eles não contribuem mais para ampliar o campo democrático, mas para restringi-lo e mesmo para pretender substituí-lo. Os grupos midiáticos se tornaram os cães de guarda da desordem econômica estabelecida. Esses grupos se tornaram os aparelhos ideológicos da globalização. Eles não se comportam mais como meios de comunicação, mas sim como partidos políticos. Eles se ergueram à condição de oposição ideológica”. [4]

Nesta política a RBS tem seu lado bem definido e defender-se dela é questão de sobrevivência do movimento. Todo seu aparato esta sendo usado contra o bloco para desestabilizar a ação do movimento durante a ocupação. Em nosso contexto o bloco de lutas representa um esforço de exigir essa democracia que a grande mídia contribui para deturpar, através da pauta do transporte público. Quanto às mídias alternativas cabe a árdua tarefa de argumentar e contra-argumentar e evidenciar, tais manipulações constrangendo o quanto possível à ação de manipulação dos grandes grupos midiáticos. Nesse sentido a tecnologia deve ser empregada com o máximo empenho.

Nesse momento o papel de informar e também de fazer análises fornecer referências diante de tantas informações, e da falta de confiança em relação a elas, a mídia alternativa encontra um nicho para proliferar e fazer diferença em situações de engajamento como a ocupação de Porto Alegre.

Ocupação da câmara[5]

***

Quem desejar mais informações e acompanhar através das mídias alternativas, as assembléias e rumos da ocupação deixamos os links dos sites das mídias que estão neste momento junto com os ocupantes na câmara municipal desde o inicio:

Coletivo Catarse - http://coletivocatarse.com.br/home/

Jornal Tabaré  - http://jornaltabare.wordpress.com/

Jornalismo B - http://jornalismob.com/

NINJA - https://www.facebook.com/midiaNINJA

Revista Bastião - http://www.bastiao.net/

Revista Livre Zona - https://www.facebook.com/RevystaLivreZona

[Atualizado as 15:32]

Notas

[1] http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/politica/noticia/2013/07/manifestantes-agridem-presidente-da-camara-de-porto-alegre-e-um-fotografo-4198570.html

[2] http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/politica/noticia/2013/07/presidente-da-camara-de-porto-alegre-e-fotografo-dizem-ter-sido-agredidos-por-manifestantes-4198570.html

[3] Este vídeo mostra que não houve agressão nem ao fotógrafo nem o presidente da câmara municipal, o que desmente a primeira manchete - http://www.youtube.com/watch?v=_LtPOM2e4sc). Mais detalhes sobre a manipulação da RBS aqui: http://amigosdaterrabrasil.wordpress.com/2013/07/13/a-mediocre-manipulacao-da-rb/

[4] Carta maior. A explosão do jornalismo, segundo Ignacio Ramonet. http://www.cartamaior.com.br/templates/materiaMostrar.cfm?materia_id=22354

[5] Fonte – Jornalismo B - http://jornalismobnoticias.files.wordpress.com/2013/07/img_8589.jpg?w=490&h=317

 

—————

Voltar


Deixe seu comentário

Nenhum comentário foi encontrado.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!